Torneio de Polybat "Jogos Santa Casa" reuniu 22 atletas

| Outras Modalidades

Legenda da Imagem
|

Realizou-se esta terça-feira, no Seixal, o Torneio de Polybat "Jogos Santa Casa", no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha.

A prova foi organizada pela Federação Portuguesa de Desporto para pessoas com Deficiência (FPDD) com o apoio da Câmara Municipal do Seixal, da Associação de Paralisia Cerebral de Almada e Seixal (APCAS) e do Independente Futebol Clube Torrense (IFCT).


Cinco entidades -APCAS, CERCIZIMBRA, APECI, AMORAMA e IFCT- representadas por 22 atletas portadores de deficiência - foram distribuídas por duas classes, sendo cinco na Divisão I e 17 na Divisão IV.

O resultados finais foram seguintes:

Divisão I
1° António Vilarinho (IFCT/APCAS)
2° Odair Alves (APCAS/IFCT)
3° Paula Nunes (APCAS)

Divisão IV
1° Afonso Loureiro (AMORAMA)
2° Vítor Bento (APECI)
3° Ricardo Fernandes (AMORAMA).


O Polybat, também conhecido como ténis de mesa lateral foi criado na Inglaterra em meados dos anos 80. Esta atividade surgiu como alternativa para aqueles que não conseguiam praticar o ténis de mesa convencional.

O jogo é realizado numa mesa de 1,2m x 2,4m, com proteção em todo o comprimento das laterais de forma a que a bola não saia pelo lado, possuindo uma altura até 10cm. A mesa ainda deverá possuir altura suficiente para que uma cadeira de rodas possua fácil acesso.



A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.