Benfica e Sporting reencontram-se para desfazer dúvidas

| Taça de Portugal

O Benfica avança, na Luz, para tentar mais uma exibição positiva na "era" Bruno Lage
|

Um Benfica em alta recebe esta quarta-feira um Sporting em quebra, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal em futebol, apenas três dias depois da categórica vitória encarnada em Alvalade.

No Estádio da Luz, pelas 20h45, o conjunto comandado por Bruno Lage entra claramente por cima, tal a superioridade exibida no jogo do campeonato, que venceu por lisonjeiros 4-2, arrasando a formação comandada por Marcel Keizer.

Os números não mostram o enorme fosso exibicional que existiu entre os dois conjuntos no jogo de domingo e que, de alguma forma, os “leões” vão ter de encurtar, se não quiserem voltar a sofrer uma humilhação.

A formação de Bruno Lage foi muito superior em todos os parâmetros do jogo, mostrando estar cada vez mais adaptada ao 4-4-2 - com João Félix nas costas de Seferovic, Pizzi na direita e Samaris ao lado de Gabriel no meio-campo.

Depois da traumática derrota (1-3) com o FC Porto, nas meias-finais da Taça da Liga, com muitas queixas em relação à arbitragem, o Benfica respondeu com um 5-1 ao Boavista e, no último domingo, surgiu em grande no reduto do grande rival, somando o sexto triunfo em sete jogos com Lage.

Além da vitória, os encarnados beneficiaram ainda do empate (0-0) do líder e campeão FC Porto em Guimarães, para, 12 rondas depois, voltarem a depender apenas de si próprios para chegaram ao título, o quinto em seis anos.

Face ao que sucedeu em Alvalade, o Benfica pouco deverá mudar, sendo certo que terá um novo guarda-redes: Vlochodimos foi expulso e não jogará, mas, mesmo que isso não tivesse acontecido, a baliza deveria ser de Svilar.

Bruno Lage não deverá voltar a contar com Fejsa e Jonas e não deverá querer mudar muito, a não ser que entenda que algum jogador precise de descanso, tendo em que conta a quantidade de jogos que se seguem.
“Leões” procuram recuperar
Quanto ao Sporting, ficou, com o desaire caseiro, a 11 pontos dos “dragões”, oito do rival Benfica e sete do SC Braga, muito longe dos milhões da “Champions” e ainda mais de um título de campeão que foge desde 2001/2002.

O resultado foi muito mau, mas a exibição foi ainda pior, de um Sporting que começou a “era” Keizer com sete vitórias, mas que, depois disso, só venceu quatro de 11 encontros, e nenhum dos derradeiros quatro.

Depois dos empates com SC Braga e FC Porto, que valeram a vitória da Taça da Liga, em dois embates resolvidos nos penáltis, o Sporting voltou ao campeonato com um empate em Setúbal e, no domingo, caiu perante o Benfica.

No Sporting, Mathieu e Acuña foram baixas no domingo e Nani saiu “tocado”, sendo a sua presença no jogo da Luz uma incógnita. Independentemente de ter ou não estes jogadores, é provável que Keizer queira mexer no “onze”.

A outra meia-final apenas arranca a 26 de fevereiro, no Estádio do Dragão, no Porto, com os azuis e brancos a receberem o SC Braga, a partir das 20h15.

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Os dias estão mais quentes e não é por causa do advento da primavera. A razão está identificada - as alterações climáticas fazem-se sentir em todo o planeta e as consequências espelham-se em fenómenos extremos.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.