Campeã Argentina eliminada da Taça Davis pelo Cazaquistão

| Ténis

A Argentina, campeã em título da Taça Davis em ténis, foi hoje eliminada da competição ao perder frente ao Cazaquistão, em Astana.

Mikhail Kukushkin derrotou o argentino Diego Schwartzman, por 6-4, 6-4 e 7-6 (7-2) e assegurou o triunfo por 3-1, que colocou o Cazaquistão no Grupo Mundial, depois da descida no ano passado, e despromoveu a Argentina, após 16 anos.

A Argentina, sem o seu número um, Juan Martin del Potro, tornou-se no terceiro campeão da Taça Davis despromovido no ano seguinte ao triunfo, depois da França, em 1997, e da Suécia, em 1999.

Kukushkin, que tinha vencido Guido Pella na sexta-feira, descansou no sábado para voltar ao 'court' hoje e selar o triunfo, frente a Schwartzman, em duas horas e 45 minutos.

Em 2018, a Argentina vai disputar o Grupo 1 da Zona América, tentando o regresso ao Grupo Mundial no ano seguinte.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

      Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

        A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.