Volta a França entra nos terrenos inclinados

| Ciclismo

Peter Sagan resistiu aos adversários e ganhou mais uma etapa do Tour2018
|

O pelotão da Volta à França, em bicicleta, ataque esta quinta-feira os primeiros terrenos mais empinados.

Na quarta-feira aconteceu, como já se esperava, mais uma chegada ao “sprint” com Peter Sagan, da Bora-Hansgrohe, a fazer valer os seus atributos de velocista.

Sagan beneficiou da dureza do final da etapa em Quimper para conquistar a segunda etapa no Tour.

Esta quinta-feira corre-se a 6.ª etapa, entre Brest e Mûr-de-Bretagne, na distância de 181 km.

A dupla passagem pelo Mûe-de-Bretagne no espaço de 16 km, a última a coincidir com a meta, permitirá recolher informações importantes sobre os potenciais candidatos e o seu estado de forma. A subida de 2.210 metros apresenta rampas com 12,8 por cento de inclinação.

Após cinco etapas Van Avermaet, da BMC, segura a liderança por dois segundos. O pódio é completado por Van Garderen, da BMC, a dois segundos e Gilbert, da Quick Step a três segundos.

A informação mais vista

+ Em Foco

O economista guineense Carlos Lopes considera que a Europa tem discutido as migrações e outras questões africanas, sem consultar os africanos.

    A revelação foi feita durante uma entrevista exclusiva à RTP à margem da cimeira de CPLP, que decorreu esta semana em Cabo Verde.

    Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

    Apesar da legislação contra estas situações, os Estados Unidos são dos países que mais importam produtos em risco de serem produzidos através de trabalhos forçados.