Hamilton triunfa em Singapura e título fica mais próximo

| Fórmula1

|

Depois de vencer em Monza, casa da Ferrari, Lewis Hamilton e a Mercedes triunfaram agora em Singapura, pista onde a Ferrari tinha planeado ser campeã. Vettel e Ferrari estão pressionados e sem margem para falhar.

Singapura era a pista em que a Ferrari apostava para vencer. Mas da teoria à realidade, foi batida em toda a linha. Na qualificação de sábado com a volta-canhão de Hamilton (para muitos a sua melhor volta de sempre) e a grande volta de Verstappen, Vettel viu-se relegado para o 3.º lugar na partida.

Hoje, numa estratégia de ataque, a Ferrari decidiu mal o momento do pitstop e a opção de pneu para a segunda parte da corrida. Hamilton e a Mercedes agradeceram. Na 44ª vitória de Lewis a partir da pole position e na 8ª vitória do pole em 10 anos de GP em Singapura, o campeão do mundo carimbou uma vitória que aumenta e reforça agora para 40 pontos, a vantagem no campeonato mundial.

Franck Robichon

A partida foi marcada por um incidente entre ambos os pilotos da Force India. O regresso ao passado, com Perez a encostar Ocon à parede e a provocar aquela que foi a única desistência da corrida. Culpa clara de Perez que ainda assim se desculpou mas não foi penalizado. (Click na foto abaixo para ver o incidente)


A Force India voltará a impor a regra de protecção que o ano passado accionou com os seus pilotos, proibindo-os de discutir posições diretas como a que hoje se viu.

O incidente obrigou à entrada do SafetyCar (algo que acontece desde o primeiro GP de Singapura em 2008). Mas antes do SafetyCar ser accionado, Vettel pressionou Verstappen e subiu ao 2º lugar. Era a posição ideal para o piloto da Ferrari de modo a pressionar Hamilton, o seu rival direto.

Edgar Su

Os pneus com que os homens da frente saiam para a corrida tinha uma degradação rápida, na 12ª volta estava previsto o início da corrida às boxes com objectivo de mudança de pneus com um composto mais duro que os levasse até final. A Ferrari errou na opção para "apanhar" Lewis. Tentando o chamado undercut, a Ferrari chamou Vettel para PitStop e fê-lo sair com composto Ultra Macio.


Só que ao regressar à pista, o alemão ficou preso atrás de Checo Perez. Má estratégia, ou arriscada. Ali perdeu tempo durante um par de voltas, que lhe fez perder a chance de atacar e passar Hamilton e o colocou sob pressão de ser atacado por Verstappen. E ambos os receios se confirmaram.

Lewis Hamilton parou e voltou a sair na frente de Vettel, com a equipa Mercedes a colocar o composto mais duro dos três disponíveis. Mais lento que o de Vettel, mas mais duradouro. Quando Verstappen fez a troca de pneus na RedBull, voltou à pista lado a lado de Vettel e no "braço", acabou por regressar ao 2º lugar (ver o momento clickando neste link). Conclusão, a Ferrari perdeu a aposta, errou na estratégia e falhou o ataque a Hamilton, expondo-se a perder também para a equipa Red Bull.  


Mais à frente na corrida, Hamilton teve um momento difícil. Quando na dobragem a pilotos retardatários hesitou no tráfego e de repente viu Verstappen surgir a cheio nos retrovisores do Mercedes. O Haas de Romain Grosjean e o Williams de Sergey Sirotkin, a lutar por posição não ligaram à mostragem de bandeiras azuis para facilitar a passagem dos mais rápidos. Grosjean chegou mesmo a receber penalização de cinco segundos por ignorar as bandeiras azuis.  Depois do susto, Lewis piloto da Mercedes voltou ao ritmo normal e a abrir de Verstappen e Vettel, rumo à vitória.

Kim Hong-Ji

Depois do Top 3, vieram os respectivos companheiros de equipa das três grandes. Valtteri Bottas terminou em 4.º lugar, resistindo ao ataque final de Kimi Raikkonen no segundo Ferrari e Daniel Ricciardo com o segundo Red Bull Perez que no inicio da corrida atirou com Ocon para fora de pista, repetiu ostensivamente o mesmo como Williams de Sirtokin mas aí foi demais. Valeu uma penalização de drive-through com passagem pela linha de boxes.

Também Sirotkin, a vítima desse incidente fechou depois na cara do neozelandês Brendon Hartley que o obrigou a ir para a escapatória para não abandonar logo ali.

Wallace Woon

Fernando Alonso fez mais uma corrida excepcional. Terminou em 7.º lugar, vindo de 11.º na partida. Turno longo inicial com os ultra macios chegou por momentos a marcar a melhor volta de corrida. Alonso continua a espalhar magia e a deixar o recado de que o talento não faz milagres, mas deixa a diferença. Com um McLaren, o piloto espanhol tem conseguido milagres em 2018.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DE SINGAPURA


Dentro de duas semanas teremos o GP da Rússia em Sochi, o primeiro de seis Grandes Prémios que restam para o final da época. Hamilton passou a somar 281 pontos na liderança do campeonato, mais 40 do que Vettel (241). Raikkonen tem 174 pontos, Bottas 171, Verstappen 148 e Ricciardo 126. Em termos práticos para depender apenas de si, Vettel teria agora de ganhar todas as corridas que faltam, mesmo que Hamilton fosse 2.º colocado em todas as provas. As contas estão de facto difíceis para a Ferrari e para Vettel. Nos construtores, a Mercedes tem 452 pontos, Ferrari 415, Red Bull 274, Force India e Renault 91 pontos.

Kim Hong-Ji



FACTOS E ESTATÍSTICAS GP DE SINGAPURA 


VITÓRIA  


* Lewis Hamilton - 69ª vitória de carreira (7ª da temporada 2018).  

* 44ª vitória de Hamilton a partir da pole. 8ª vitória em 10 anos a partir da pole em Marina Bay.  

* Lewis Hamilton - 4ª vitória no GP de Singapura, igualando os 4 triunfos de Vettel.       
* Mercedes - 83ª vitória na F1 (4ª em Singapura, é agora a escuderia com mais vitórias em Marina Bay). É a 4ª escuderia com mais vitórias de sempre atrás de Ferrari, McLaren e Williams.    

* Motores Mercedes - 169ª vitória na F1, ultrapassando o registo da Renault. Mais vitórias agora só a Ford Cosworth e a Ferrari.

* Reino Unido - 273ª vitória na F1

* Carro #44 - 48ª vitória na F1 (a 47ª pela mão de Hamilton)

VITORIAS 2018
Hamilton 7, Vettel 5, Ricciardo 2, Verstappen 1
Mercedes 7, Ferrari 5, Red Bull 3                    

POLES


* Lewis Hamilton - 79ª pole position de carreira (7ª de 2018).

* Mercedes  - 96ª pole da história    

* Motores Mercedes - 179ª pole da história.

* Reino Unido - 265ª pole na F1.  

* Inglaterra - 200ª pole na F1.

Outros... 

* Foi a 1ª vez que Hamilton e Verstappen repartiram a 1ª fila de um GP.

* Hamilton marca poles há 12 anos consecutivos (desde 2007). Melhor só Michael Schumacher que marcou poles em 13 anos consecutivos. De 1994 a 2006.

* Hamilton leva 7 poles em 2018. Hamilton a par de Senna, é o único piloto que marcou pelo menos 10 poles em 3 épocas de F1. Lewis marcou 11 poles em 2015, 12 em 2016 e 11 poles em 2017. Senna marcou 13 poles em 1988, 13 em 1989 e 16 em 1990

* Hamilton é o único piloto a par de Senna que marcou 6 poles no circuito de casa. Lewis em Silverstone e Senna em São Paulo.

* Lewis tem 127 1ª filas em 223 GPs na F1 (9 em 2018, 13 em 2017, 15 em 2016, 17 em 2015). É um record absoluto na F1, tendo passado a marca de 116 1ª filas de Michael Schumacher (obtidos em 308 GPs).

POLES DE 2018
Hamilton 7, Vettel 5, Ricciardo 1, Bottas 1, Raikkonen 1
Mercedes 8, Ferrari 6, Red Bull 1

1ªFILAS DE 2018
Vettel 9, Hamilton 9, Bottas 6, Raikkonen 4, Ricciardo 1, Verstappen 1
Mercedes 14, Ferrari 13, Red Bull 2        

VOLTAS MAIS RÁPIDAS    


* Kevin Magnussen - 1ª Volta Mais Rápida de corrida, torna-se o 131º piloto diferente a obter uma Volta Mais Rápida de Corrida.  

* Haas - 1ª volta mais rápida de corrida (é a 42ª escuderia diferente a obter 1 volta mais rápida). Outras escuderias com apenas 1 Volta Mais Rápida de Corrida, a Gordini, Lancia, Lesovsky, Watson, Hesketh, Parnelli, Kojima, Ensign e Toro Rosso.

* Motores Ferrari: 251ª Volta rápida de corrida. 

* Dinamarca - 1ª Volta Mais Rápida de Corrida

VOLTAS MAIS RAPIDAS no GP DE SINGAPURA

Kevin MAGNUSSEN Haas 1'41''905
Lewis HAMILTON Mercedes 1'42''913
Daniel RICCIARDO Red Bull 1'43''120
Fernando ALONSO McLaren 1'43''164
Max VERSTAPPEN Red Bull 1'43''345
Sebastian VETTEL Ferrari 1'44''669
Kimi RAIKKONEN Ferrari 1'44''715
Valtteri BOTTAS Mercedes 1'44''720
Brendon HARTLEY Toro Rosso 1'44''889
Marcus ERICSSON Sauber 1'45''169

VOLTAS MAIS RÁPIDAS 2018
Ricciardo 4, Bottas 4, Hamilton 2, Verstappen 2, Raikkonen 1, Vettel 1, Magnussen 1
Red Bull 6, Mercedes 6, Ferrari 2, Haas 1

PÓDIOS   


* Lewis Hamilton - 129º pódio de Carreira. Foi a 69ª vez em P1.    

* Max Verstappen - 17º pódio de Carreira. Iguala os pódios de Alberto Ascari e Keke Rosberg. É a 7ª vez a terminar em P2, tantas quantas  Jose Froilan Gonzalez, Jacky Ickx, Alan Jones e Giancarlo Fisichella    

* Sebastian Vettel - 108º pódio de Carreira. Foi a 28ª vez em P3, igualando a marca de Fernando Alonso e Rubens Barrichello. Mais do que estas 28 vezes em 3º lugar, só as 43 vezes de Raikkonen, o recordista de P3 na F1.    

* Mercedes - 172º pódio  da história  

* Red Bull - 156º pódio  da história  

* Ferrari - 745º pódio da história (560ª corrida com pódios Ferrari)

* Motores Mercedes - 440º pódio da história.    

* Motores Tag Heuer - 37º pódio da história.    

* Motores Ferrari - 751º pódio da história.

* Reino Unido: 660º pódio da história  

* Holanda - 19º pódio da história

* Alemanha - 401º pódio da história

PÓDIOS DE 2018:
Hamilton 12, Raikkonen 9, Vettel 9, Bottas 6, Verstappen 6, Ricciardo 2, Perez 1
Ferrari 18, Mercedes 18, Red Bull 8, Force India 1                  

PIT STOPS

* GP Singapura - 25 Pitstops

MELHORES PIT STOPS do GP    


* Vitórias em PIT STOPS 2018:
Ricciardo (Red Bull) e Vettel (Ferrari) 3, Ericsson (Sauber) e Stroll (Williams) 2, Bottas (Mercedes), Verstappen (Red Bull), Leclerc (Sauber), Sirotkin (Williams), Raikkonen (Ferrari) todos com 1
Por escuderias:
Ferrari e Red Bull 4, Sauber e Williams 3, Mercedes 1  

* TOTAL DE PITSTOPS DE 2018 = 372

Pit Stops -> AUS 20 BAH 33 CHI 20 AZE 35 ESP 21 MON 26 CAN 20 FRA 20 AUS 23 ING 28 ALE 40 HUN 20 BEL 20 ITA 21 SIN 25    

ULTRAPASSAGENS  


* GP de Singapura - 19 ultrapassagens, 5 com recurso a DRS e nenhuma para o comando de GP.

* Singapura é o 4º GP da época com menos ultrapassagens. Pior, só Mónaco, Espanha e Austrália.

Totais da Época:

ULTRAPASSAGENS 
TOT  DRS  LEAD
GP Austrália    15 3 1
GP Bahrain    86 31 1
GP China    79 23 2
GP Azerbaijão   70 22 0
GP Espanha    18 10 0
GP Mónaco    18 2 0
GP Canada    30 4 0
GP França    81 39 0
GP Áustria    71 23 0
GP Inglaterra    63 22 1
GP Alemanha   78 42 1
GP Hungria    26 18 0
GP Bélgica    36 16 1
GP Itália    68 23 3
GP Singapura 19 5 0
GP Rússia          
GP Japão           
GP EUA           
GP México           
GP Brasil           
GP Abu Dhabi           
TOTAIS    758 283 10

 

ABANDONOS

 
*  Tivemos 1 abandono no GP, a resultar de colisão (Ocon).    

ABANDONOS 2018 TOTAL  ACI/DES  MECAN.
GP Austrália    5 0 5
GP Bahrain    3 0 3
GP China    1 0 1
GP Azerbaijão   7 6 1
GP Espanha    6 3 3
GP Mónaco    3 2 1
GP Canada    3 2 1
GP França    5 2 3
GP Áustria    6 0 6
GP Inglaterra    6 3 3
GP Alemanha   4 1 3
GP Hungria    3 1 2
GP Bélgica    5 3 2
GP Itália    3 1 2
GP Singapura    1 1 0
GP Rússia          
GP Japão           
GP EUA           
GP México           
GP Brasil           
GP Abu Dhabi           
TOTAIS    61 25 36

* Em 2017 tivemos 94 abandonos (34 por acidente/despiste; 60 por motivos mecânicos). Em 2016 tinham existido 85 abandonos (30 por acidente/despiste; 55 por motivos mecânicos).  

VOLTAS NO COMANDO

Kim Hong-Ji
 
* 4 Comandantes do GP de Singapura, Hamilton 49 voltas, Ricciardo 5, Raikkonen 4, Verstappen 3.

* Hamilton e Vettel comandam Voltas há 12 anos consecutivos. Igualam agora o feito de Alonso entre 2003 e 2014. Melhor que todos estes, só Michael Schumacher com 15 anos consecutivos, de 1992 a 2006.

* Lewis Hamilton comandou GPs por 125 vezes em 223 GPs. Ele e Schumacher são os únicos pilotos da história a suplantar a marca dos 100 GPs liderados. Schumacher comandou 142 em 306 GPs.

* Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Michael Schumacher, são os únicos que lideraram mais de 3000 voltas na história.

VOLTAS LIDERADAS EM 2018:
Vettel 341, Hamilton 299, Ricciardo 95, Bottas 64, Verstappen 57, Raikkonen 49.
Ferrari 390, Mercedes 363, Red Bull 152  


OUTROS FACTOS E NÚMEROS:  

* Desde 2007, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel venceram 121de 223 GPs.  

* Os pilotos na grelha com mais GPs feitos e sem vitória são Nico Hulkenberg com 150 GPs, Romain Grosjean 137 e Marcus Ericsson 91.

Mark Webber precisou de 130 GPs para vencer a 1ª corrida., Barrichello 124, Jarno Trulli 117, Jenson Button 113, Nico Rosberg 111, Giancarlo Fisichella 110, Mika Hakkinen 96, Thierry Boutsen 95, Jean Alesi 91, Eddie Irvine 81.

* 112 GPs consecutivos em que apenas 3 escuderias venceram GPs. A Mercedes 72, Red Bull 24 e Ferrari 14. A última vitória fora destas 3 escuderias foi o GP Austrália de 2013 com Kimi Raikkonen, com a Lotus.

  Mercedes...    

* Foi a 44ª vitória de Hamilton a partir da Pole Position. O seu número é o #44

* Singapura é a 10ª pista onde Hamilton obteve pelo menos 4 poles.

* Foi a 111ª corrida com um Mercedes na 1ª fila.

* Foi o 129º pódio de Lewis na F1, o 80º para a Mercedes

* 9ª Época consecutiva com Hamilton a obter pelo menos 5 poles. Ayrton Senna e Michael Schumacher obtiveram 6 temporadas seguidas com esse registo.  

* Foi o 223º GP de Lewis Hamilton na F1. 110 para a McLaren e 113 para a Mercedes    
* Mercedes interrompeu na Áustria o registo de 44 GPs consecutivos a pontuar. Ficou como 6a maior sequência na história da F1.

* A Mercedes interrompeu na Áustria uma série de 22 pódios consecutivos, que fica como 4º melhor resultado de sempre, igualando o registo da Ferrari (2003-2005).

* Hamilton interrompeu na Áustria a série de 33 GPs consecutivo a pontuar, que fica como MAIOR SEQUÊNCIA da história da F1. A última vez que Hamilton não tinha antes marcado pontos ou terminar a corrida, tinha sido no GP da Malásia de 2016.

* Hamilton IGUALOU na França o RECORD de 33 GPs consecutivos a terminou corridas. Nick Heidfeld detinha anteriormente a solo o máximo absoluto.

* Hamilton tem pelo menos uma vitória em cada uma das suas 12 épocas de F1  

* Há 51 GPs consecutivas que Hamilton não abandona por acidente. A última vez foi no GP de Espanha de 2016 quando Hamilton e Rosberg, companheiros de equipa se colocaram ambos fora de pista.

Ferrari...  

* Esta foi a 81ª corrida liderada por Kimi Raikkonen.  

* Raikkonen aos 38 anos, 10 meses e 16 dias, tornou-se no 8º pole position mais velho de sempre. Nino Farina no GP da Argentina de 1954 fez a pole que lhe dá o record absoluto de idade a conseguir sair na frente de um GP. Com 47 anos 2 meses e 18 dias.

* Raikkonen chegou em Monza aos 100 pódios na F1, tornando-se apenas no 5º piloto a conseguir o feito (depois de Schumacher, Prost, Vettel e Hamilton)   

* Kimi Raikkonen tornou-se em Monza no novo detentor de maior diferença de tempo entre poles na F1. 15 anos, 2 meses e 4 dias entre o GP Europa de 2003 e o GP de Itália de 2018. Bateu a anterior marca que era de Rubens Barrichello, com 15 anos 1 mês e 20 dias entre o GP da bélgica de 1994 e o GP do Brasil de 2009.

* Raikkonen segue agora com 111 GPs consecutivos desde o seu último triunfo na F1. E já lá vão 29 pódios desde a última vez que subiu ao lugar mais alto.

* Ferrari marca pódios em todas as temporadas desde 1981

Red Bull...

* Foi a 100ª corrid que um carro da Red Bull liderou um GP

* Force India/Racing Point...    

* Force India ficou, após mudança de dono, sem os 59 pontos anteriores. Nova ForceIndia faz 28 pontos em 2 GPs. Tivesse mantido a equipa e equipa teria agora 91 pontos, a par no 4º lugar do campeonato com a Renault.    

McLaren...

* Fernando Alonso marcou o seu 308º fim de semana de F1. Na realidade o seu 306º GP. Iguala a marca de Jenson Button. Está a 1 GP de igualar Michael Schumacher (307) e deverá deixar a F1 com o 2º maior registo de sempre. Melhor só Rubens Barrichello (323).

* Alonso marca pontos no mundial desde 2003, ficará no seu abandono no final da temporada, a 1 ano de igualar a marca de 17 anos a pontuar, de Jenson Button (2000-2016)

* McLaren está sem vencer há 113 GPs (desde GP da Brasil de 2012 com Button). É o seu maior registo sem vitórias. O anterior datava das temporadas de 1993 a 1997.

* 113º GP sem a McLaren na pole position, a maior ausência desde 1994-1997

* 92 GPs consecutivos sem a McLaren no pódio

Williams...

* O rookie Sergey Sirotkin pontuou por fim na F1, ao final de 14 GPs. Era o único piloto do pelotão que ainda marcara pontos na sua Carreira, até ao momento.

* Williams não vence desde o GP de Espanha de 2012 (Maldonado), há 129 GPs.

Renault...

* Nico Hülkenburg aumentou o Record de 150GPs sem nunca ter obtido um pódio. Record Absoluto.

Haas...

* Kevin Magnussen marcou a sua 1ª volta Mais Rápida de Corrida. Torna-se o 131º piloto diferente a obter uma Volta Mais Rápida de Corrida.  

* Haas marcou a sua 1ª Volta Mais Rápida de Corrida. É a 42ª escuderia diferente a obter 1 Volta Mais Rápida. Outras escuderias com apenas 1 Volta Mais Rápida de Corrida, a Gordini, Lancia, Lesovsky, Watson, Hesketh, Parnelli, Kojima, Ensign e Toro Rosso.

* A Haas obteve a sua 56ª corrida sem pódios, igualando a marca da Catheram e HRT. Piot só a Marussia 73, ATS 89, Ensign 99, Osella 132 e a Minardi recordista absoluta com 340 GPs sem pódios.

Sauber...

*    

Toro Rosso...    

*        


A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.