FC Porto vai processar judicialmente Varandas Fernandes e Benfica vê oportunidade

| Futebol Nacional

Legenda da Imagem
|

O FC Porto instruiu hoje o seu departamento de jurídico para proceder judicialmente contra Varandas Fernandes, mas o Benfica considera que "será uma excelente oportunidade para o rival esclarecer como cometeu o crime de divulgação de correspondência privada".

O FC Porto recorre a exemplos de declarações do vice-presidente do Benfica, que classifica de "mentirosas e difamatórias".

"Alguém acredita que um hacker conhecido por vender informações ia oferecer informação a troco de nada? e "Acreditamos que a justiça, obviamente, conseguirá provar a forma e as contrapartidas financeiras que estiveram por trás do modo como o FC Porto obteve informação roubada ao Benfica", ilustra o FC Porto em relação às palavras do dirigente `encarnado`.

Entretanto, o Benfica já reagiu, também em comunicado, ao afirmar, caso se confirme o processo a Varandas Fernandes, que será "uma excelente oportunidade para chamar ao processo como testemunhas os dirigentes do FC Porto em prol do cabal esclarecimento de como, em que circunstâncias e de que forma o clube e o seu diretor de comunicação tiveram acesso e cometeram o crime de divulgação da correspondência privada roubada ao Benfica".

 

Tópicos:

Varandas Fernandes,

Pesquise por: Varandas Fernandes,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.