Sócios do Sporting enchem pavilhão João Rocha para decidir futuro da direção

| Sporting

Legenda da Imagem
|

Cerca de 4.000 sócios do Sporting encheram hoje o pavilhão João Rocha, recinto da Assembleia-Geral, para votarem a alteração de estatutos e do regulamento disciplinar.

As portas do pavilhão `leonino` fecharam às 14:50, poucos minutos depois de o presidente da mesa da Assembleia-Geral, Jaime Marta Soares, ter dado início à reunião magna.

O escrutínio será feito por voto secreto, com três boletins depositados nas 45 urnas disponíveis.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, anunciou que se demite de imediato no caso de um dos dois primeiros pontos não passar, o que acontece se não tiverem 75% de votos favoráveis, como determinam os estatutos, e definiu a mesma margem para se manter no cargo, assegurando que, se sair, não se recandidata.

Caso se verifique a queda dos órgãos sociais, o artigo 46.° dos estatutos prevê a marcação de eleições para data não posterior a 45 dias a contar da cessação do mandato.

 

Tópicos:

Sporting Bruno,

Pesquise por: Sporting Bruno,

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.