Destaques Principais do site RTP Notícias

A Comissão Europeia afiança que ainda não formalizou qualquer proposta de corte nos fundos estruturais para Portugal, ao abrigo do procedimento por défice excessivo.

Destaques secundários do site RTP Notícias

O duplo atentado perpetrado no sábado, durante uma manifestação pacífica em Cabul, no Afeganistão, fez 80 mortos e mais de 230 feridos.

As autoridades turcas detiveram um colaborador do religioso Fethullah Gülen, acusado de ser o mentor do golpe falhado na Turquia.

Quatro hospitais de campanha e um banco de sangue na cidade síria de Alepo foram atingidos por bombardeamentos aéreos.

O objetivo da ação deste domingo é endurecer o protesto durante o mês de agosto para reivindicar a suspensão das portagens no Algarve.

Vídeos e Áudios em destaque

Cores alemãs na Torre Eiffel

Cores alemãs na Torre Eiffel

Munique viveu noite de horror difícil de suportar

Munique viveu "noite de horror difícil de suportar"

Projeto para refugiados vale prémio a estudante do Porto

Projeto para refugiados vale prémio a estudante do Porto

Ciência e História à boleia do pelotão da Volta

Ciência e História à boleia do pelotão da Volta

Porto prepara-se para receber Harry Potter

Porto prepara-se para receber Harry Potter

Pub

+ Em Foco

As Jornadas Mundiais da Juventude começam na quarta-feira em Cracóvia, Polónia. Participam quase 336 mil jovens de 187 países. Portugueses são três mil. Três estiveram com o site da RTP e deram a conhecer as suas expectativas.

No aniversário da fundação Gulbenkian, a RTP foi visitar o museu e, em conjunto com os curadores, selecionou algumas das obras mais significativas que aí se encontram.

    A Fundação Gulbenkian celebra 60 anos. A Antena 1 dá a conhecer pessoas e projetos que marcam a instituição fundada em 1956 por Calouste Gulbenkian.

      Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Será emitida todas as segundas-feiras.

        A Frase

        Por muito que as redes sociais nos digam o contrário, uma larga maioria dos portugueses não faz parte das claques. A maioria não acha que uns fazem tudo mal e outros fazem tudo bem. O mais popular dos políticos portugueses tem de ser capaz de capitalizar a relação de afectos que tem com os portugueses. Marcelo não vai poder continuar eternamente neste jogo, ele não pode contentar-se em ser o chefe da maior das claques. Está a chegar a hora de Marcelo ser o Presidente de todos os portugueses.

        Paulo Baldaia, Diário de Notícias

        + Imagem do Dia