Curso de Cultura Geral (II)

Seabra Diniz, Martim Sousa Tavares e Ana Margarida de Carvalho | 11 Mar, 2018 | Episódio 8

Partilhar este episódio
Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Curso de Cultura Geral

Curso de Cultura Geral (II)

Seabra Diniz, Martim Sousa Tavares e Ana Margarida de Carvalho | 11 Mar, 2018 | Episódio 8

"Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo." Este é o célebre começo do poema Tabacaria de Fernando Pessoa. Os versos são um enunciado sobre um mapa interior, uma relação com o universo, o sofrimento, o sonho como experiência humana. Está aqui a grande interrogação e a grande procura, considera o psicanalista João Seabra Diniz. Há aqui um substrato que vai sendo composto, uma compreensão histórica: vimos de um lugar, temos em nós um contexto cultural, um passado, uma raiz. Somos seres de cultura que pertencem a um lugar, que habitam um tempo que não é unívoco. Seabra Diniz tem intimidade com a poesia de Pessoa, Raul Brandão, T.S. Eliot, Dante. Martim Sousa Tavares não está naquele meio do caminho de que fala Dante quando começa a Divina Comédia. É muito jovem, estuda nos Estados Unidos para ser maestro, o piano é o seu instrumento. Porém, não é preciso ter os 30 anos do poeta florentino para compreender que temos dentro de nós uma "selva oscura", um lugar onde precisamos de figuras tutelares, que nos acompanhem na descoberta. O compositor alemão Schumann encarna, para Martim, a ideia de homem bom e artista ideal. Ana Margarida de Carvalho é escritora. Com os dois primeiros romances venceu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores. Os dois livros têm títulos roubados a autores que são uma referência: Que importa a fúria do mar pertence a uma canção de Zeca Afonso. Não se pode morar nos olhos de um gato é um verso de Alexandre O"Neill. O livro mais recente, de contos, tem o título de um disco de Sérgio Godinho: Pequenos delírios domésticos.

Convidados: Seabra Diniz, Martim Sousa Tavares e Ana Margarida de Carvalho Regressa à RTP2 o Curso de Cultura Geral, com autoria e apresentação de Anabela Mota Ribeiro. A estrutura do programa mantém-se: três convidados discutem sobre experiências de cultura, objectos, autores, obras de arte que foram importantes na sua construção pessoal. Nessa discussão interrogam a noção de cultura geral, os encontros, detonações, acasos felizes e férteis. São pessoas de diferentes áreas, faixas etárias variadas, duas brasileiras, uma russa, portugueses, que trazem para a esfera da conversa elementos tão singulares como as suas personalidades. De uns, vêm viagens, de outros a, a aventura de ler Grande Sertão: Veredas em voz alta, fala-se de obras de banda-desenhada, clássicos de Dostoievski e Tolstoi, feminismos de Virginia Woolf ou Chimamanda, experiências de carácter nacional, como passar pelo 25 de Abril durante a juventude.
Uma vez mais, a paridade de género foi tida em conta, mantendo o mesmo número de mulheres que o de homens na escolha dos convidados; e novamente há uma mistura de pessoas conhecidas do grande público e outras anónimas. A entrada neste Curso é livre e a aprendizagem e partilha de ideias são altamente encorajadas. Seja bem vindo!