Curso de Cultura Geral (II)

António Costa Silva, Rui Pena Pires e Pedro Vieira | 01 Abr, 2018 | Episódio 10

Partilhar este episódio
Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Curso de Cultura Geral

Curso de Cultura Geral (II)

António Costa Silva, Rui Pena Pires e Pedro Vieira | 01 Abr, 2018 | Episódio 10

Duas passagens da obra de Homero. O momento, na Ilíada, em que um pai, o velho Príamo, pede a Aquiles, que havia morto o seu filho, Heitor, que lhe restitua o corpo deste. Outro momento, na Odisseia, em que são protagonistas Ulisses e um aedo. Um aedo é um recitador de poesia, é aquele por intermédio de quem o canto heróico é celebrado.
António Costa Silva sentiu na leitura destes cantos uma espécie de abalo sísmico; mas, sobretudo, estas passagens e estas obras estão associadas a uma leitura feita em conjunto com a filha, que estuda textos clássicos.
Costa Silva é gestor. Rui Pena Pires é sociólogo, fascinado pela ficção científica dos livros de Asimov, a trilogia Fundação, ou a série Cosmos de Carl Sagan; mas podemos dizer que o mundo todo, sem preconceitos, lhe interessa: seja um livro sobre culinária portuguesa seja a Sétima Sinfonia de Beethoven. Curiosamente, não traz para a conversa nenhum sociólogo.
Pedro Vieira é ilustrador e escritor. É um jovem com uma voz acutilante no modo como dialoga com a atualidade. Basta seguir os seus posts no Facebook para o perceber. Tanto se interessa pelo Astérix entre os Helvécios como pelas fotografias de Robert Capa em Espanha, um livro de Saramago ou uma basílica em Roma.

Convidados: António Costa Silva, Rui Pena Pires e Pedro Vieira
Regressa à RTP2 o Curso de Cultura Geral, com autoria e apresentação de Anabela Mota Ribeiro. A estrutura do programa mantém-se: três convidados discutem sobre experiências de cultura, objectos, autores, obras de arte que foram importantes na sua construção pessoal. Nessa discussão interrogam a noção de cultura geral, os encontros, detonações, acasos felizes e férteis. São pessoas de diferentes áreas, faixas etárias variadas, duas brasileiras, uma russa, portugueses, que trazem para a esfera da conversa elementos tão singulares como as suas personalidades. De uns, vêm viagens, de outros a, a aventura de ler Grande Sertão: Veredas em voz alta, fala-se de obras de banda-desenhada, clássicos de Dostoievski e Tolstoi, feminismos de Virginia Woolf ou Chimamanda, experiências de carácter nacional, como passar pelo 25 de Abril durante a juventude.
Uma vez mais, a paridade de género foi tida em conta, mantendo o mesmo número de mulheres que o de homens na escolha dos convidados; e novamente há uma mistura de pessoas conhecidas do grande público e outras anónimas. A entrada neste Curso é livre e a aprendizagem e partilha de ideias são altamente encorajadas. Seja bem vindo!